2006-06-10

As figuras que uma pessoa faz...

Tinha dito para mim própria, que nunca faria este papel - encerrar um blogue, e nem deixar o "corpo" arrefecer e abrir de novo a pedra do sepulcro - (não é que fazer, ou não, este papel, tenha alguma importância). Mas com a choradeira, ameaças de "greve de fome", apelos à consciência que vai ali na caixa de comentários, não dá para resistir muito mais. Não sou nenhuma megera cruel e desnaturada. Tenho coração, acho eu, agora já penso é que tenho no peito, uma barra de manteiga "Mimosa" sem sal.
Como continuo preguiçosa, não ponho links para os blogues dos manifestantes. Mas é só ir à caixa de comentários do post anterior, e ver que a menina Xana, o menino Vítor e um dos meus ateus de estimação, ON, não desarmam, nem arredam pé. Para não falar dos outros, que não quero ser injusta com ninguém. Mas se houve alguns muito respeitadores da minha liberdade, os que assinalo, usaram os mais terríveis meios de coacção.

Ah, querem posts? Depois não se venham queixar...

Como continuo a ser uma mulher de fé (mais pequenininha que o tal "grão de mostarda"), peço a Deus que me ilumine em toda a minha vida e também nas coisas que aqui vou escrevendo. É que uma coisa é escrever uns papéis e enfiar para o fundo da gaveta, outra bem pior, é escrever umas parvoíces, e levarem a gente a sério.

Fazendo minhas, as palavras de D. Helder da Câmara, continuo, até onde, não sei!

Até o Fim

Não; não pares.
É graça divina começar bem.
Graça maior persistir na caminhada certa.
Manter o ritmo...
Mas a graça das graças é não desistir,
podendo ou não podendo chegar até ao fim...

9 comentários:

  1. ON! Vítor Mácula! Migalhas!! Pessoal!!!
    Bora!
    A porta abriu-se!
    Boraaaaa!!!!!!!!!!!!
    ehhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!
    A porta abriu!
    Touché!!!!!!!!!!!!
    Temos luz!

    Mc-zinha...

    "És tu! ès tu!
    Sempre voltaste, enfim!
    Oiço de novo
    o riso dos teus passos!!
    É a ti, que eu vejo
    stender os braços...
    que Deus criou,
    também para me abraçar a mim!"
    (Florbela Espanca)

    ResponderEliminar
  2. Bem, hoje já posso beber um cházinho...
    Amanhão vu experimentar umas torradas:)

    ResponderEliminar
  3. Xana

    espero que já tenhas pousado as placas, o megafone, e descansado a voz.

    Além de uma menina doce, és persistente e convicta do que queres. Não fiquei indiferente às tuas manifestações.
    O melhor de tudo é saber o que te move - a amizade.

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. ON

    não abuses da manteiga nas torradinhas, porque depois de um jejum, podem vir danos graves. Não quero causar mais danos, num ateu tão fiel frequentador deste jardim.
    Anunciam-se doses massiças de doutrinação :)

    ResponderEliminar
  5. Blue

    vai rindo que é o melhor que temos a fazer. E continua a "muralizar"

    ResponderEliminar
  6. Já pousei tudo, MC!
    No ar só ficaram mesmo é os meus braços ..para agradecer!

    E sim, MC, são os afectos que me movem.
    São a minha fé. E os afectos são essenciais "para que possamos apanhar sol por dentro!"
    Ora, aqui, neste jardim, faltavas tu.
    E vês? Vês como essa tua "luz" é tão forte aqui neste jardim?!.. Deixaste umas frestazitas abertas... e ela acabou por
    de novo nos iluminar. Agora cá estamos outra vez! A fazer tudo o que se pode fazer num jardim de luz :
    a contribuir para iluminar os outros em nosso redor,
    (pelo menos a tentar...;)
    lendo e falando de Amor;
    e assim ...
    a iluminarmo-nos a nós próprios também.
    a iluminar o nosso caminho
    com os rastilhos que tu aqui trazes até Deus!
    E tão bem!


    olha, e sabes que mais, por falar em rastilhos...: este espaço é mesmo como o fogo..tu atiças... e uma vez começado, ele ganha vida própria!
    Pronto! É isso:
    Fogo, porque atiças..
    água porque regas..
    luz porque ... porque sim!

    Obrigada pela amizade.
    E por me teres escutado também a mim.

    ResponderEliminar
  7. Oi oi!

    Bem, depois disto, terás direito a dizer seja o que fôr, e como fôr, e sobre que assunto fôr... Artigo nº 10 656, alínea R, do Direito canónico, capítulo 454, "Acerca dos blogues"... As queixas terão de ser dirigidas directamente ao papa ;)

    Eh eh eh

    Boa, boa!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  8. oi mano,

    tás maluco! Se o meu prior lesse isto, tirava-me da fila da comunhão.

    (isto é só uma piada. A criatura tem os seus dias, mas não é tão mau assim)

    ResponderEliminar