2006-06-14

Corpus Christi

Foi enquanto comiam, no primeiro dia da festa dos Ázimos, que Jesus lhes fez saber que aquele pão era o seu corpo. Para os mais de 100 milhões de pessoas que, nos países ricos, vivem abaixo do limiar de pobreza, para os 160 milhões de crianças subnutridas e para os 600 milhões de pessoas dos 48 países menos desenvolvidos a materialidade de Deus não é certamente muitas coisas e é pão antes do mais. Quando amanhã nos perguntarem que coisa estranha é essa do corpo de Deus, respondamos com os índices de mortalidade por desnutrição no mundo.

in Palombella Rossa


Asamblea Episcopal

Este lujo, Señor,
de pensar tu Evangelio,
cercados de jardines,
y hacer la Eucaristia,
hartas siempre las mesas,
y lanzar documentos,
sin lanzarnos nosotros,
mientras la muerte sigue...!

Voy a decir de Ti
mi última palabra.
(sempre penúltima
y mia siempre).

Espero que me digas
tu palabra
reproche,
Tu palabra
respuesta,
Tu palabra
convite.
Díteme tú, Palabra!

De Ti, sólo de Ti, siento sed y nostalgia.
Todas las aguas vivas
me hablam de Ti, oh Fuente.
Vivo para el retorno.
Busco, como um espejo
herido de penumbras,
la llama de Tu Rostro.

D. Pedro Casaldáliga

6 comentários:

  1. Deus fez-se pão para nos alimentar a nós; e fez-se pobre para o alimentarmos a Ele.

    ResponderEliminar
  2. A cristalina lucidez poética de D. Pedro... :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Ai ai ai!
    A MC, como sempre, a dar oxigénio às minhas homilias. Hoje tirei daqui umas ideias. Afinal, este blog também é serviço público... homilético!
    Bj

    ResponderEliminar
  4. Pedro,

    não ficas sem resposta. Quando cheguei ao pé da D. Hermínia (falo dela no post seguinte) ela foi dizendo:"Hoje, o P. Edgar, falou da São." Eu assustei-me e pensei:"Bom, ele não deve andar muito contente comigo (outras questões)mas não ia falar isso na missa e muito menos na TV."
    Mal eu tinha acabado de pensar isso ela acrescentou:"Falou das pessoas que, no dia de hoje, vão visitar os doentes"
    Ahhhhh, que alívio. O padre a mandar-me recados pela TV, já era demais.

    Ó Pedro, mas eu só aqui fiz eco do D. Pedro e do Manuel que bem se farta de nos chamar a atenção para o que realmente importa.

    PS - Quer então dizer que estamos quites. :)
    Agora vou para a missa, que o meu prior faz a procissão à noitinha para a gente não se queimar com o sol. Vamos é levar com uma chuvada.

    ResponderEliminar
  5. Claro MC, eu bem sabia que essas palavras não eram tuas. Mas o facto de citares o Pedro Casaldáliga e o Manuel, só denuncia a cumplicidade que sentes com uma maneira tão especial que eles têm de viver a Igreja e em Igreja. Por isso te agradeci a ti, porque sabia que essa eclesiologia também vivem em ti. Só isso!

    ResponderEliminar