2006-06-11

e no entanto...

...se quero dizer Deus, direi - é um transbordar de ternura...

8 comentários:

  1. MC,

    Quanto me alegro pelo teu regresso!!!
    Mas és mazinha! Aproveitaste a minha ausência de fim de semana para regressar à socapa... :)
    A teosfera vai cantar um Te Deum!
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Manel,

    havia vidas em risco.

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. ON,

    o Merton não estava nada enganado - foi um grande místico do séc. passado. Um conversão clamorosa. Hei-de falar dela.

    ResponderEliminar
  4. É que, ao contrário do que pensava o Merton, pode-se dizer de

    Deus que ... é um transbordar de ternura...

    ResponderEliminar
  5. Bem, pode-se sempre citar o Padre Mello:

    Deus é o Desconhecido e o Incognoscível.
    Toda a afirmação sobre Ele é uma distorção da verdade.

    - Então porque falamos sobre Ele?

    Porque é que o pássaro canta?
    Não por que tem algo para dizer,
    mas porque tem um canto para cantar.

    ResponderEliminar
  6. ...pois não! Senão corremos o risco de em vez de O dizer a Ele estamo-nos a dizer a nós. É um dos pecados das religiões. E dos fiéis.

    ResponderEliminar