2006-09-15

com dedicatória


"As muitas águas não puderam extinguir o amor, nem os rios terão força para o submergir"

Para A. e A. com toda a minha ternura.

11 comentários:

  1. :)

    Migalhas,

    me aguarda que eu e os beijinhos vamos a caminho. :)))

    ResponderEliminar
  2. Também subscrevo inteiramente

    Aliás, amanhâ pretendo colocar um post relativo ao tema.

    Aos interessados um aviso:

    Vai-vos ser dedicado com um beijo muito grande.

    ResponderEliminar
  3. :):):):):):):)

    Que raio... Uma pessoa chega aqui e fica logo toda enternecida...

    Abreijos grandes!

    PS: Mana, hoje no Público, entrevista avec Binoche la merveille.

    ResponderEliminar
  4. Há muito tempo que não via tanto beijo por centimetro quadrado. :))
    Aproveito a onda e deixo (e recolho) a minha parte!

    ResponderEliminar
  5. O maroto do A. veio logo cá "meter o nariz"!
    Boa viagem.

    ResponderEliminar
  6. Isto está muito enigmático por aqui. Com códigos secretos e tudo!!!

    ResponderEliminar
  7. Enigmas, Pedro? Códigos secretos? Talvez não.
    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Pois.
    Eu... um silples beirão, ando aqui a apanhar bonés pois não entendo as vossas mensagens.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  9. palheirense...;)

    olha, eu também não percebi estes códigos que aqui estão a falar.. mas aquilo que a Mc diz e os outros amigos subscrevem... eu confio.
    Confio! pronto! E esse é o meu entendimento!
    :)

    e pjá agora, então também entro nessa dos beijos e mando muitos para todos..

    ;)

    ResponderEliminar