2006-09-11

ponto da situação

Cheguei da consulta. O médico que me calhou é afável. Acho que nos vamos dar bem. O diagnóstico mantém-se, a biópsia que farei no dia 28 é que vai determinar a natureza das lesões. Saberei os resultados na consulta de 16 de Outubro.

Não vou negar que algumas vezes me imaginei a viver uma situação destas. Estou a aguentar-me melhor do que supunha. Quem nos "inventou", dotou-nos com os meios necessários para todas as emergências. Espiritualmente sinto-me em plena estrada de Damasco; só quero o seio de Deus. O resto, passou como que por magia, para segundo plano.
Como tenho mais dum mês pela frente, vou continuar a vida de todos os dias, e aguardar com a serenidade possível, os resultados.

12 comentários:

  1. Mai nada! :)

    Beijinhos

    Ricardo

    ResponderEliminar
  2. É difícil comentar isto, querida MC.

    Gostava de te poder dar um sorriso e um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Hoje, o "Não li nem quero ler" tem o prazer de destacar Rita Ferro e Margarida Rebelo Pinto.

    http://naolinemqueroler.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. ... um beijo especial e amigo do


    Alberto Albertto.

    ResponderEliminar
  5. Um mês São muitos dias, ou só alguns?
    Aproveita-os e não penses...
    Eu já passei por uma situação semelhante: mamografia, biopsia e operação. Está tudo bem.
    Mas é defícil não pensar...

    Ele está lá.

    ResponderEliminar
  6. MC. Vais continuar a vida todos os dias, com todas as horas, minutos e segundos vividos com a mesma plenitude e dignidade a que tens direito. No tempo cronológico, marcado pelo relógio, e no tempo kairótico, marcado por Deus.
    Integra as possíveis 'dores' e, sobretudo, essa espera no teu processo vital. Continuas a ser toda tu!
    Força! Benção.

    ResponderEliminar
  7. Ricardo: Mai nada!!! Mas conto contigo.


    /me

    o teu carinho chega cá todo. Já coloquei outros posts para comentares :))))



    redactores, quando tiver tempo, talvez leia.



    Alberto Albertto: outro para ti.


    Andante,

    um mês é muita coisa. Vai haver choradeira, vai haver brincadeira, medo, esperança... tudo e mais alguma coisa.

    Que tudo te continue a correr bem. Obrigada pela partilha.


    Pedro, que Deus te abençoe, também.
    Um beijo.


    Xana, sem os teus beijinhos isto era tudo mais complicado.

    ResponderEliminar
  8. Sabes bem que nós vamos estando por aqui.
    Contenta-te, por hoje, com um beijo virtual.

    ResponderEliminar
  9. Querida MC:
    Tenho-te acompanhado estes dias no meu coração e rezado por ti , sem me atrever a falar, sempre com este pudor de não querer abrir a porta de corações alheios. Não encontro as melhores palavras, mas ao ler o teu último post, surgiu-me esta certeza - vai correr tudo bem. Vai mesmo. És uma pessoa luminosa e, daqui de longe, vejo a mão de deus poisada nos teus ombros num agasalho protector..
    Força!

    ResponderEliminar
  10. Migalhas, quando actualizarmos os beijinhos...por falar nisso, não me posso esquecer de te levar a provisão necessária.

    ResponderEliminar
  11. bluesmile,

    e eu cheia de pudor de comentar o teu comentário (passe a redundância).

    Não vou enganar nem enganar-me de que o meu coração é um livro aberto, nem era para pôr nada disto aqui, pelo menos até saber mais alguma coisa, mas chateei-me mesmo com um post do Carlos Esperança. Ele é que é o culpado de ter trazido para aqui este assunto. :)Malvados ateus!!!

    Eu vou levando isto tudo e o resto...com muito boas ajudas, graças a Deus. E Deus não me tem faltado, não mesmo.

    ResponderEliminar