2006-10-31

aqui fica o meu "pão por Deus"


Como ainda é o silêncio e uma sensação enorme de pequenez, que me domina... Deixo as palavras do poeta, que hoje "leio" de modo especial:

Somos uma coisa em nosso corpo
lenta e absoluta que nem conseguimos
no escuro se abre
seu odor, seu aspecto, sua lei

cada um de nós jaz por terra muito depois que se levanta
tudo o que possui não cobre metade do seu reino
e apesar do domicílio fixo, das horas certas
dormimos a céu aberto pelas estradas

José Tolentino de Mendonça in A noite abre meus olhos
imagem respigada em passo a passo.weblog.com.pt

2 comentários:

  1. Afinal sempre haverá um "Jardim de Luz" [... donde possamos visualizar toda a força da tua "Fé"...]
    Fico feliz pela "boa nova" e faço votos para que a "Luz" desse Jardim continue a brilhar...

    ResponderEliminar