2007-02-16

Boas folias


Entrudo


Ó entrudo Ó entrudo

Ó entrudo chocalheiro

Que não deixas assentar

as mocinhas ao solheiro


Eu quero ir para o monte

Eu quero ir para o monte

Que no monte é qu'eu estou bem

Que no monte é qu'eu estou bem


Eu quero ir para o monte

Eu quero ir para o monte

Onde não veja ninguém

Que no monte é qu'eu estou bem


Estas casa são caiadas

Estas casa são caiadas

Quem seria a caiadeira

Quem seria a caiadeira


Foi o noivo mais a noiva

Foi o noivo mais a noiva

Com um ramo de laranjeira

Quem seria a caiadeira


Zeca Afonso

4 comentários:

  1. MC:

    Já não estou para muitas folias com data marcada. Prefiro pregar partidas às pessoas quando menos esperam...

    ... nestes dias já estão avisadas. É como no dia das mentiras: feito de encomenda para amadores.

    Na qualidade de profissional, estou "de fora" nesses dias.

    Beijos do

    Alberto Albertto.

    ResponderEliminar
  2. Alberto Albertto,

    sei que não precisas de data marcada.

    E parece que os políticos, aí da capital, também não. Então na câmara...parece que a palhaçada já vem de longe!

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. O entrudo é a paixão pela renovação: vestir a máscara porque queremos "mudar de pele"; é a vontade de deixar o tédio do general inverno e passar para o renascimento da esperança primavera.
    O Zeca, é o amor pela leitura verdadeira e sentida da vida...
    "(ºoº)"

    ResponderEliminar