2007-02-12

Que sinais para hoje?

Os fariseus pedem um sinal (Mt 16,1-4; Lc 12,54-56) - 11Apareceram os fariseus e começaram a discutir com Ele, pedindo-lhe um sinal do céu para o pôr à prova. 12Jesus, suspirando profundamente, disse: «Porque pede esta geração um sinal? Em verdade vos digo: sinal algum será concedido a esta geração.» 13E, deixando-os, embarcou de novo e foi para a outra margem.

Os fariseus pedem a Jesus um sinal do céu. Chama-nos a atenção este pedido, porque as passagens anteriores estiveram cheias de sinais. Que espécie de sinais estão pedindo os adversários incrédulos? Não lhes bastam os sinais que ratificam a fé do povo simples que se acotovela, seguindo a Jesus? As ações milagrosas realizadas pelo Mestre favorecem, sobretudo, os pobres e os excluídos (impuros) do sistema legal. Estes sinais são a confirmação da fé de seus destinatários; fé de que carece a maior parte dos poderosos de Israel.

É claro que Jesus não busca dar espetáculos. Não quer a fama. Isso os fariseus não podiam entender, viciados com a ostentação e aparências. Também os discípulos, como se verá mais adiante, custam a acreditar. Talvez por isso o Senhor suspira como decepcionado. Ou seja, poderá ser que suspire profundamente para conter as invectivas que tendem a brotar-lhe ante a contumácia de seus detractores.Os sinais milagrosos de Jesus não são para acrescentar seu poder temporal. São orientados para satisfazer as necessidades do povo e tornar palpáveis os bens do reino. Não necessitamos fazer coisas espetaculares para suscitar ou recuperar a fé do povo. O melhor sinal é o testemunho de uma vida! coerente segundo a vontade de Deus. Nossa comunidade cristã é sinal da presença salvífica de Deus no meio do povo? Nosso estilo de vida manifesta valores profundos da mensagem evangélica?

Serviço bíblico claretiano

Sem comentários:

Enviar um comentário