2007-02-19

sem medidas?

"Se amais os que vos amam, que agradecimento mereceis?" (Lc 6,32a)

Ouvi ontem e hoje alguém mo lembra num e-mail. Ó Deus! Mas isto, não é próprio, é da Tua essência? Como é que me recomendas, isto, a mim? Como é que posso amar sem reservas, sem medo de cair na submissão, na dependência? Onde é que encontro a medida do equilíbrio?

Sem comentários:

Enviar um comentário