2007-12-04

advento


no rumor dos dias; o canto das aves, o voo assustado das perdizes, o bosque de castanheiros, o caminho íngreme e solitário, a amizade repartida, o medo, o sobressalto, a rotina, as horas infindas, uns versos de Ruy Belo...convidam à vigia, à escuta. Eu sei que vens! Não tardes...

20 comentários:

  1. Sejas bem-vinda! Valeu a pena clicar no teu endereço todos os dias.
    Beijos grandes.

    ResponderEliminar
  2. À vigilia para ver quando voltavas!

    ResponderEliminar
  3. Querido lino,

    comovida com a tua fidelidade, agradeço o carinho.

    Não venhas todos os dias, porque também não virei. Virei de surpresa, quando tiver vontade e algumas palavras a engasgar. No resto dos dias, solto-as aos ventos.

    ResponderEliminar
  4. on,

    as vigílias são sempre lugares de encontro e de surpresa. Permanece.

    ResponderEliminar
  5. Um bom abraço!
    Bem grande e forte.

    xana

    ResponderEliminar
  6. adventaste pois ;)

    soube-me mesmo bem clicar e deparar com um solo de outono em vez da moça outonal do anterior post que insistia irritantemente em ser o último.

    beijocas, mana

    ResponderEliminar
  7. olá, mano! :)

    Como a chuva neste outono (tímida)também retorno por aqui.

    beijos

    ResponderEliminar
  8. /me

    e tu que fazes? imagino que muito...:)

    beijinhos para ti

    ResponderEliminar
  9. Bom dia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    De certeza que tens lido os Evangelhos: "de surpresa"!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  10. olá, querido migalhas. :)

    sim, não sei bem a quais te referes, mas tenho lido sobretudo os da vida. E tanto que têm para ler...;)

    Tenho um prior novo que insiste muito em irmos para fora cá dentro. É um bom princípio...tentar. Mesmo que se veja sempre cada vez mais longe, a terra prometida.

    beijo grande para ti

    ResponderEliminar
  11. Aah! Afinal tinha razão!
    Re-bemvinda!

    ResponderEliminar
  12. olá, lutz! Eu é que tenho imenso gosto de te ler por aqui e por ali. Sempre!

    beijos

    ResponderEliminar
  13. Foi preciso um pouco de Insónia para descobrir que a luz tinha voltado ao jardim.
    Welcome Back!
    :)

    ResponderEliminar
  14. raquel,

    vamos ver, vamos ver...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  15. José,

    pois o nosso conterrâneo conseguiu fazer-me corar. :)

    Fico enternecida com tanta ternura. Dele e sua.

    Se algum dia tiver disponibilidade para um café, terei todo o gosto. Saio do meu retiro e tomamos. :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  16. Viva!
    Havia "um não sei quê" que me fazia esperar esta passagem da jardineira pelo seu jardim virtual.

    É bom que que volte assim, de mansinho e de surpresa.
    Obrigada!

    Entretanto... houve Novidades!
    ;)

    ResponderEliminar