2007-12-13

também digo:

...

Enquanto não há amanhã,

Ilumina-me, Ilumina-me.

Enquanto não há amanhã,

Ilumina-me, Ilumina-me.



Pedro Abrunhosa e Bandemónio

6 comentários:

  1. O Advento é mesmo tempo de luz. Por isso também regressou. Que bom! Lucy

    ResponderEliminar
  2. Oh MC, ainda tinha o blog nos favoritos, apesar de tudo... Havia um não sei quê que dizia: "Espera... Espera lá..."

    Hoje vim aqui e... PUMBA! Um post de ontem!!! E outro antes, e outro...

    Eh pá! QUE BOM!!!

    OBRIGADO. Respira-se por aqui uma Liberdade tão de Deus!

    Até já! SHALOM

    ResponderEliminar
  3. o amanhã, por definição,
    nunca chega

    "a vida são dois dias
    e um é para acordar"
    canta o Abrunhas

    e só se acorda agora

    bjocas

    PS: Eu gosto muito de ler o João Leal. Mas a pequena igreja fechou... chuif

    ResponderEliminar
  4. Olá M.C.,

    Então voltaste ao teu jardim e nem sequer me informaste?

    abraço

    ResponderEliminar
  5. Que o Natal, o verdadeiro, não o dos Centros Comerciais, possa constituir um momento de introspecção que nos leve a ser melhores e a entender os nossos Irmãos caminhantes desta terra.
    Que una as famílias e os amigos e ajude a perceber o propósito da nossa vida aqui, nesta
    Terra que é de todos mas que, infelizmente, só alguns usufrem a seu belo prazer.

    Um abraço,

    ResponderEliminar
  6. Lucy, Rui, Vítor, Luís e Dad:

    beijos grandes para vocês. Venho aqui nas folgas de cuidar do jardim. Tenho muito a desbravar...não os esqueço nunca. Nunca!

    ResponderEliminar