2008-04-22

criatividade imparável: uma ofensa aos nabos


Segundo um bispo holandês, uma dieta vegetariana é o caminho do sucesso contra o desejo sexual. Qual criador em queda livre, descobriu as propriedades dos bróculos, das beringelas, dos tomates, dos grelos de nabo, das alcachofras, como inibadores do desejo.




Para já, quem é que quer viver sem desejo? Quem é que quer deixar de ver o pôr-do-sol, as nuvens, as estrelas? Quem é que quer deixar de sentir o aroma da terra molhada, o cheiro a maresia, o calor do sol. Ouvir o vento nos pinheiros. Sentir o arrepio de um toque de pele...Digam-me onde encontrar uma criatura que se contente, porfiando numa dieta verde, em ser um vegetal amorfo. Parece que entre os senhores bispos católicos é possível, e não só possível, desejável, tal coisa.

3 comentários:

  1. As popriedades dos "tomates" não descobriu, certamente. E as "virgens" não são uma ânsia dos adolescentes, mas "de los padres", "de los obispos" e "de los viejos tarados sexuales".

    ResponderEliminar
  2. Caso para concluir que os vegetarianos só se reproduzem à força, e a muito custo?

    É um disparate tão grande, que desconfio que torceram outra vez o que algum bispo disse...

    ResponderEliminar
  3. helena,

    não tive acesso às declarações originais. Mas como dizia o outro na feira:"Olhe senhor burro, quem não o conhecer que o compre."

    Parece que não conheces a fobia de "los obispos" pela carne.

    Os três inimigos da alma: Mundo, demónio e carne.

    ResponderEliminar