2008-04-22

de encantamento em encantamento

"Há ainda mil sendas que nunca foram pisadas, mil fontes de saúde, centenas de ilhéus secretos da vida. Ainda não se descobriu nem se esgotou o próprio homem, nem a terra do homem."

Nietzsche - assim falava Zaratustra

2 comentários:

  1. Ah grande zaratrusta, o amor à terra, o puro e inocente retorno à terra, à natureza. "Eu vos rogo, meus irmãos, permanecei fiéis a terra, e não acrediteis nos que vos falam de esperanças ultraterrenas!" são realizações do próprio destino histórico da humanidade; o futuro construído no hoje, aqui e agora; a corda estendida sobre o abismo, em direcção ao único advento fiel ao sentido da terra, produzirá a redenção de seus filhos, pois a vida é música, alegria, harmonia. O maior crime é não amar a vida, o maior delito é negar a filiação à terra, não viver potencialmente e não deixar um “deus” dançar dentro de nos. Nietzsche ( zaratrusta) ama a vida, e por isso quer dançar, qualquer um que tenha um “deus “dentro de si quer dançar; tudo o que tem "vontade de potência" dança, o universo dança sua "dança de inocência e prazer". O universo nietzscheano baila.

    ResponderEliminar