2008-06-21

stop com as obsessões!


As obssessões são perigosas? Claro que são! Impostas a outros, então, são catastróficas. Delas são escravos os indivíduos, as sociedades e claro - os governos.

O mundo da pós-modernidade, com os seus defeitos e qualidades, por vezes, pode tornar-se pavoroso. Senão, vejamos este artigo de opinião de António Pina, no Jornal de Notícias.

Globalizaram-se obsessões, que partindo de um pressuposto inócuo e até recomendável, atinge por vezes, limites insustentáveis, em nada contribuindo para tornar a vida menos áspera e sustentável.

Os exemplos são vastos: a obsessão de determinados estereótipos de beleza. A da vida saudável. A do prolongamento da mesma a qualquer custo. A de que a felicidade é ali ao virar da esquina.


Sem comentários:

Enviar um comentário