2008-09-23

Crer em Deus, "Todo-Poderoso"?

Desde há muito que se propagaram as dúvidas sobre um ser "todo-poderoso" directamente responsável.
Eu próprio confesso que, depois de Auschwitz, do Gulag e de duas guerras mundiais, já não consigo falar com toda a convicção de "Deus todo-poderoso", detentor "ab-soluto" do poder, "des-prendido", intocado por todo o sofrimento, que, todavia, dirige tudo, faz tudo ou pelo menos poderia fazer tudo, se quisesse, e que face a catástrofes naturais e crimes humanos não intervém, simplesmente permanece calado, e calado e calado...
...
1. Se as condições dos tempos modernos (Hegel e as repercussões) levam a que Deus tenha de ser pensado partindo de um entendimento moderno e uniforme da realidade, Deus só pode ser pensado no mundo e o mundo só pode ser pensado em Deus. Deste modo, a acção de Deus no mundo não pode ser entendido sob a forma do infinito e da relatividade, mas apenas como infinito no finito e como absoluto no relativo. Portanto:

2. Deus não age de cima ou de fora como movimentador imóvel, como arquitecto ou relojoeiro, sobre o mundo. Pelo contrário, age como a mais real das realidades internas do processo da evolução do mundo, o qual possibilita domina e completa. Deus não age sobre o processo do mundo, mas sim no processo do mundo:em, com e entre os seres humanos e as coisas. Deus é ele próprio origem, meio e fim do processo do mundo!

3. Deus não age apenas relativamente a pontos ou a lacunas do processo do mundo especialmente importantes. Pelo contrário, age como força primordial, criadora e perfeita e, consequentemente age como condutor do mundo imanente e superior ao mundo, respeitando totalmente as leis da natureza, cuja origem é ele próprio.

Hans Kung, Credo

2 comentários:

  1. Descobri agora que Hans Kung é zarolho. E tenho pena. Hitler e o Gulag? E então Mussolini, Franco, Salazar, Bush, Blair e outros critianíssimos?

    ResponderEliminar
  2. fica a tua correção, lino.

    Não creio que Hans Kung os ignore ou deliberadamente queira omitir. Penso que pegou em expressões mais destacadas da maldade humana, mas não são únicas, como todos sabemos.

    ResponderEliminar