2008-09-14

No amor a salvação


Deus amou tanto o mundo que entregou o seu Filho Unigénito, para que todo o homem que acredita n'Ele não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele». (Jo, 3)

5 comentários:

  1. achas, MC?

    ou é apenas a opinião de Jo?

    abraço

    ResponderEliminar
  2. Luís,

    não só acho, como tenho a certeza. Com muita alegria o digo.
    Uma certeza da fé - ainda não vi a Deus. Uma certeza que é minada pelo meu pecado todos os dias.
    E não é uma questão de opinião - é o essencial da minha vida.

    O que é que te "perturba" na citação do Evangelho de João, da liturgia deste domingo, em que se celebra a exaltação da cruz?

    A descrença em Deus?

    Este blogue é bastante intimista. Às vezes demais. Mas tem-me sido muito útil em vários aspectos. Precisamente, porque me exponho. Quando nos reservamos na entrega, o retorno é menor. Nele reflicto muitas vezes o desconforto que sinto em relação à Igreja católica. E a fé em Deus é um caminho difícil. Mas graças a Deus nunca me deu para desistir. Ou Ele é que não desistiu de mim. :)

    ResponderEliminar
  3. sabes, é me mais fácil acreditar em Jesus, como um de nós, mas mais perfeito, do que imaginar Deus, que, dizem, está em todo o lado (não acredito muito nisso, se estivesse em todo o lado ja teria evitado muitas grandes tragédias...).

    em relação à frase, não sei se Jesus, conseguirá salvar o mundo, se tiver uma segunda oportunidade de voltar...

    abraço MC

    ResponderEliminar
  4. Luís,

    Deus estará em todo o lado, não da forma omnipotente que aprendemos em crianças, mas na discrição do amor.
    É difícil apreender Deus dessa forma. Nós vivemos muito voltados para o superficial, a satisfação imediata, a recusa da entrega - porque às vezes dói.

    A salvação no amor é para ir fazendo já. Não foi a perfeição de Jesus que nos mostrou/mostra isso. Foi a sua encarnação, vida, morte e ressurreição.
    Jesus não foi apenas um homem bom (há muitos por aí) foi o homem capaz de se entregar de forma incondicionada.

    Só o amor pode salvar o mundo. È nisso que temos de crer. E viver.

    Abraço

    ResponderEliminar