2009-08-12

no caminho de Damasco

Hoje armei-me de sonsa e montei o cavalo da virtude, para enfrentar uma situação desconfortável. Fui descoberta num ápice e confrontada. Ganhei admiração por uma pessoa que desconsiderava e, verifiquei mais uma vez, que nada vale mais do que a honestidade, nas relações que estabelecemos. Cair do cavalo é bom, quando aprendemos.

2 comentários:

  1. sem dúvida, MC.

    e é tão sentirmos que ainda estamos na idade de aprender...

    abraço

    ResponderEliminar
  2. sabes uma coisa, Luís? acho que vou redigir o meu "testamento vital" (acho que é fixe ter um) :)

    a começar nos seguintes termos: "No dia em que não manifestar uma pontinha (mesmo que infinitesimal - porque elas não matam mas moiem) de espanto, mandem passar a certidão de óbito. Morri.

    abraço

    ResponderEliminar