2009-09-26

declaração de voto

Rompo o silêncio deste "Sábado Santo" da política, para aclarar ideias. Amanhã vou votar PS.
Lamento, porém, que não tenha ouvido nem de José Sócrates, nem de nenhuma figura grada do Partido Socialista, o arrependimento por todas as falhas de um governo de quatro anos -o que se prometeu e não cumpriu. Os interesses pessoais e partidários a sobreporem-se aos múltiplos interesses da sociedade portuguesa.

José Sócrates defendeu-se o tempo todo dos ataques de que foi alvo, fechando-se e isolando-se, dessa forma, aos esclarecimentos que a todos nós devia, e à mudança na sua conduta pessoal e política. Com tudo isto, é um voto de confiança, o meu.

2 comentários:

  1. Folgo em saber, embora eu não vote PS. Espero que ganhe com maioria relativa para ter de fazer alguma inflexão à esquerda e que dê uma abada à múmia.
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. creio porque é absurdo, como diz o outro

    ResponderEliminar