2009-09-18

escolher

Um cristão minimamente informado e formado, sente alguma confusão perante as diversas propostas políticas destinadas a sufrágio. Se na "direita" política há uma maior aproximação à Igreja (aqui ponho a tónica na Igreja Católica porque ainda é a que tem mais expressão no nosso país) e a alguns valores que a mesma defende. É, porém, na "esquerda" que os valores chamados sociais - que estão na génese do cristianismo - são maioritariamente defendidos.

Como não há nenhum partido cristão, nem seria desejável que tal acontecesse, o caminho é descobrir qual a proposta mais consentânea com o modelo de sociedade que cada um deseja.

1 comentário:

  1. dificil neh?
    sinoura tem razão!
    moleque não sabe dji politica...

    mas há o mepi!
    Não coneci?
    Melhor eh posivel!

    Em lisboa vali a pena

    entendeu?





    cafune;

    ResponderEliminar