2009-11-15


A leste do paraíso


a leste do paraíso deus colocou um anjo com uma espada de fogo
para guardar o caminho que conduz ao pé da árvore da vida

ao pé da árvore da vida
deixa-me ser eu a seduzir-te
.......................................eu mulher
.......................................eu serpente
eu provarei os frutos de ouro fascinante

aprenderás a transgressão
tu mulher
tu serpente
eu provarei os frutos de ouro
e fascinado
ousarei a transgressão
e o teu corpo nu

...........................amigo
............................a carícia
............................como um fruto proibido
............................recorta todos os perfis
............................e os silêncios
............................da (falta de) memória
............................e da vergonha

............................atravessa a rua
............................o tempo
............................como actividade erótica

parábola
e assim inventaram o pecado
o privilégio a proibição e a dor
............................beija-me na boca lentamente

............................ou noutro lugar

............................beija-me...............................a leste de qualquer paraíso


Ernesto de Sousa

2 comentários:

  1. lindo.

    que pena o Saramago não usar a biblia assim...

    (esqueci-me que ele não tem alma de poeta)

    bjs MC

    ResponderEliminar
  2. pois é.

    eu não iria tão longe sobre a alma do Saramago. (Parece que o livro é uma xaropada, atestada de vulgaridades. eu não li. não sigo agendas de leitura impostas de fora)

    O problema do Saramago e a Bíblia, é que o preconceito em relação às religiões, não o deixa ver a grandeza e a profundidade da mesma. Perde ele e perdemos nós, leitores.

    beijos, luís

    ResponderEliminar