2010-06-23

O modo que têm as mulheres de falar com Deus


É inútil o baptismo para o corpo,

e o esforço da doutrina para ungir-nos,

não coma, não beba, mantenha os quadris imóveis.

Porque estes não são pecados do corpo.

À alma sim, a esta baptizai, crismai,

escreverei para ela a Imitação de Cristo.

O corpo não tem desvãos,

só inocência e beleza,

tanta que Deus nos imita

e quer casar com a sua Igreja

e declara que os peitos de sua amada

são como os filhotes gémeos da gazela.

É inútil o baptismo para o corpo.

O que tem suas leis as cumprirá.

Os olhos verão a Deus.

José Augusto Mourão, em O modo que têm as mulheres de falar com Deus, 8 d Março de 2005, a propósito do Dia da Mulher.

3 comentários:

  1. Olá JdL!... Dizes o essencial... E diz o Prof. José Augusto mourão que por acaso não sabia que é Dominicano...

    E enfim, é claro que já por aí há muitos que sabem o que é o essencial... Mas enfim... Enquanto andarmos nisto... Pode ser que alguma coisinha vá mudando com o passar dos aninhos. Nos EUA parece haver muita gente com vontade de passar do "muro das lamentações" para a acção. Parece que na Áustria também andam atarefados... Mas estranhamente parece que anda por aí um silêncio aterrador...

    Felizmente já não se fala tanto da padrofilada... Ou será apenas um intervalo?... Não sei!...

    Até amanhã!...

    ResponderEliminar
  2. Olá, P.P.

    vou lendo um pouco do Prof. José Augusto Mourão. Alguns textos são um pouco densos, mas leio e releio...

    Não podemos ver a Igreja ao ritmo das notícias. A comunicação social tem agenda própria.

    As mudanças acabarão por acontecer. Já acontecem. Como tens dito muitas vezes, os tempos são outros, a exigência aumentou...


    Até amanhã!

    ResponderEliminar
  3. Olá JdL! Claro que não podemos ler a IC ao ritmo das notícias... Mas nós somos privilegiados por viver neste tempo em que as notícias escrutinam todos e cada um... E em que a IC nem escapa nem pode escapar... Era só o que faltava!...

    E sim: Estamos vivendo em tempos que são muitíssimo mais exigentes do que antes... Hoje as pessoas estão mais atentas e elas próprias mais exigentes. Mais: As nossas gerações mais jovens são as mais bem preparadas de sempre... E as próximas gerações do pós Magalhães vão ficar de tal maneira bem preparadas que as nossas gerações serão consideradas de analfabetos!... É preciso estarmos preparados para enfrentarmos esse novo mundo que aí vem... E no tocante à IC, apesar da aparente popularidade em certos nichos jovens, não é com os neocatecumenais, ou os outros pentecostalismos nem com a Missa Tridentina que se lá vai... Era o que faltava!... Sem desrespeito por quem gostar de uns e outros!... É preciso redescobrir o essencial... E não descurar as notícias, mesmo quando não nos são favoráveis... Hoje lá ouvimos falar outra vez da padrofilada... E pelos vistos a coisa não anda lá muito bem!...

    Boa noite!...

    ResponderEliminar