2010-07-06

para a Maria João

 Que há trinta e dois anos também escorregou para nos fazer sentir uma intensa alegria. Um beijo da mãe e um poema da Matilde Rosa Araújo.


O menino que brincava muito
Que gostava muito de brincar
Saltou para cima de uma nuvem
E disse a Deus:
- Deus! Lá em baixo há tantos meninos
Que não brincam
Têm fome … fominha negra mesmo!
E Deus ralhou:
-Salta lá para baixo, menino!
Depressa!
Tens lá muito que fazer!
Corre! E o menino concordou:
-Tens razão, Deus! Mas dás uma ajudinha, dás?
Meu Deus!
Deus deu. Deu um encontrão na nuvem.
E o menino escorregou para a terra
E nunca mais parou.

                              Matilde Rosa Araújo in Mistérios

6 comentários:

  1. lindo o poema e a ligação à tua filha (presumo...).

    (e a homenagem a uma grande senhora)

    beijinho MC

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pela benção que te foi concedida!

    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  3. a minha filha, sim, Luís.

    beijinho

    ResponderEliminar