2010-08-05

Infinitos...os caminhos

2 comentários:

  1. Olá JdL!...

    E infinitas as formas de viver esses caminhos!...

    Nestas férias estive na Noruega, na Dinamarca e no norte da Alemanha... Uma realidade completamente diferente da nossa... Em que a única coisa igual parece ser a crise nas Igrejas Evangélico-Luteranas lá do sítio... Com especial enfoque em questões sexuais como na nossa querida IC, só que no caso deles tem a ver com a aceitação dos gays que é mal vista por muitos... E claro, o povo comum não gosta de ver a sua Igreja envolta em questões dessas e então afasta-se... Enfim... Parecido com o que vai por aqui... só muda o padrão... Aqui demasiado conservador... Ali demasiado liberal... Mas e que tal pregar um Evangelho de Ressurreição e esperança para todos?... Ná!... Isso dá trabalho e não dá poder!!!...
    Mas voltando para o tema de hoje infinitos são mesmo os caminhos... O que é preciso é saber escolher bem o seu caminho e vivê-lo tão intensamente quanto possível... Não é viver cada dia como se fosse o último... Pelo contrário... É viver cada dia como se fosse o primeiro!!!...

    Até amanhã!!!...

    ResponderEliminar
  2. olá P.P.

    que bom que regressaste. Senti a tua falta.

    Muitos caminhos percorreste...! Que tenha sido do teu agrado.

    A "aceitação..." as nossas "sempieternas" dificuldades em aceitar o diferente. Não falam os Evangelhos da ovelha perdida...que o pastor procura incessantemente? E, neste caso concreto, andam "perdidas" ou pura e simplesmente marginalizadas?

    A escolha do caminho faz-se todos os dias porque não há caminhos prontos a seguir. De olhos abertos, como nos diz o Evangelho do próximo domingo. Quer dizer: conscientes dos passos que damos. Não ao sabor das nossas necessidades mas das nossas escolhas profundas. E aí é mesmo Deus que nos guia.

    Um bom fim-de-semana para ti. O meu vai chamar-se Gabriel. :)

    ResponderEliminar