2010-09-14

vazio agudo

2 comentários:

  1. Extraordinária encenação do poema de Paulo Leminski, "vazio agudo":

    vazio agudo
    ando meio
    cheio de tudo

    Beijos

    ResponderEliminar