2010-11-20

e a investida surge inesperadamente


com direito a fazer correr muita tinta (e vender livros, claro)




imagem-Hans Memling "Alegoria sobre a castidade"

2 comentários:

  1. e esta?

    (este foi o erro maior de João Paulo II, que até teve honras de um boneco feliz do António...)

    beijinho Maria C.

    ResponderEliminar
  2. Olá, Luís.

    Também não vamos "absolutizar" o preservativo. Para não cairmos no oposto da posição da Igreja sobre a sexualidade humana.

    Lamentavelmente, vejo isto como um jogo. É assim que a Igreja se comporta em relação a diferentes realidade humanas. A sexualidade é uma delas.

    A nossa tendência muito humana é fugirmos sempre das dificuldades. Todo o viver comporta uma tensão e um risco...com duas posições opostas pensamos que iludimos isso.

    beijinho, Luís.

    ResponderEliminar