2010-11-24

o melhor comentário que eu já li sobre o Papa e o preservativo

E eu com isso? Se ele quiser, pois que use. Se não quiser, pois que decida em consciência e responsabilidade.


7 comentários:

  1. Olá JdL!...

    Eh pá!... Perdoa-me a informalidade... Mas, isto da Igreja e do sexo já cansa...

    ...Como já cansam outras coisas...

    ...E o resultado é este...

    http://www.startribune.com/opinion/commentary/109018109.html?page=1&c=y

    ...Mas entretanto ainda há vozes que nos vão dando esperança... Como a Teresa Toldy com a sua magnífica voz que apenas inspira paz e tranquilidade...

    http://www.archive.org/details/PalestraTeresaToldy-16out2010

    ...E até amanhã!!!...

    ResponderEliminar
  2. Olá, P.P.


    se pedes mais alguma vez desculpa, zango-me a sério. :) é que aqui não são precisas formalidades dessas.

    pois...neste ritmo de globalização da informação corre-se esse risco: tudo é imediato e se esgota no momento. Mas a vida não é assim, ah, pois não!!!

    Há uma variedade imensa de razões para a nossa esperança e as melhores encontramos dentro de nós próprios. Logo, nada de cansaços, nem desânimos.

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. ...Pois... Apesar de tudo é realmente melhor seguirmos o caminho dos que não desanimam... Como o teu Jardim e a Teresa Toldy... Mas também há quem tenha boas razões para estar cansado de ouvir falar de sexo a respeito da Igreja... Ou da Igreja a respeito de sexo... Parece que não há nada mais importante!... É cada coisa no seu devido lugar e com a sua devida importância... Ainda hoje voltei a ouvir falar de padrófilia em qualquer lado... Já chega!!!...

    Abraço!... Até amanhã!...

    ResponderEliminar
  4. 1. hehehe, sabia que ias gostar disto - mas é que, sinceramente, a gente chega a um ponto em que perde a paciência para criancices. ;-)

    2. Ai, a Teresa Toldy!
    Ouvi-a no Verão passado, e estava sentada mesmo ao lado dela, hehehe. Uma delícia.
    A seguir, fiz também uma pequena "palestra", melhor dizendo: testemunho. Quando me convidaram para isso, disse logo que não, e que há pessoas bem mais qualificadas para o fazer, e até dei o teu nome, Maria. A sério. Mas eles insistiram, e pronto, lá fui eu.

    Da próxima vez, devias ser tu. A sério! Ou pelo menos, devias vir assistir. Aquilo é sempre um encontro fora de série, com gente muito especial. Daqueles para quem eu olho e me dão vontade de continuar nesta Igreja.

    ResponderEliminar
  5. olá, gentes

    tenho seguido relativamentea tenta algumas das diferentes reacções que o Papa fez suscitar e chego a uma conclusão: Roma continua igual e vai bem. Contenta a todos.

    Há uns "desinfelizes" (como dizia a avó Felismina) que já não têm pachorra para tanto calculismo diplomático...mas para esses também a vida segue.



    Helena, sugeriste o quê? (ainda há gente que não te dá ouvidos...e fazem bem) ;)

    Mas quem sabe e um dia decido-me a participar...este ano também era impossível.

    ResponderEliminar
  6. Dessa esperança vou vivendo... ;-)

    Viste o que o Marujo tem escrito sobre este novo livro do Papa? Está no Religionline. Muito bom.

    ResponderEliminar