2010-11-06

que contas andamos a fazer?

O PIB vai ter de ser revisto, e já não informa sobre o bem-estar. Um exemplo, de Alfred Marshall, século XIX: se uma comunidade tem água potável, como o ar que respira, não entra nas contas nacionais. Se a comunidade polui todas as fontes de agua potável, e passa a ter de purificar a água, engarrafá-la, distribuí-la, comprá-la e trabalhar mais, o PIB aumenta. É o sinal errado: o PIB devia cair, a sociedade ficou mais pobre. Qualquer dia teremos todos de andar com uma garrafa de oxigénio e o PIB a aumentar. 
 
Outra interessante entrevista, aqui


e sobre o número elevado desemprego:


Há algo de errado num país que condena centenas de milhares de pessoas a não encontrar ocupação reconhecida, que gere rendimento.

Sem comentários:

Enviar um comentário