2010-12-03

ainda saberemos escolher a melhor parte?

Hoje, ao fim do dia, uma colega foi colocar um símbolo de Natal em cima da secretária que ocupo. Fiquei a olhar um instante para ele, completamente "ofuscado" pelos diversos dossiers em que estou a trabalhar. E, num relance, fiz a analogia entre a imagem que os meus olhos viam e o significado "HOJE" do Natal. Para mim...e não só. 
Depressa me voltei a concentrar no que estava a fazer, sem deixar de pensar: que maçada! Tanto trabalho para fazer...não dá jeito nenhum o Natal!  (uma atenuante: estou mesmo a precisar de uns dias de férias)


Mas ainda há quem saiba desafiar:

Concretizando: nascer de novo é despirmo-nos dos nossos preconceitos, dos nossos privilégios, das amarras do nosso egoísmo; é aceitar mudar o nosso padrão de vida para menos consumismo e maior responsabilidade no modo como ganhamos e gastamos o nosso dinheiro; é fazer trabalho bem feito e com utilidade social nos nossos diversos locais de trabalho; é dar atenção às relações humanas, cultivá-las e valorizá-las; é cuidar das necessidades do próximo e impulsionar formas organizativas de ajuda aos mais desfavorecidos; é promover e apoiar projectos que conduzam à inclusão e à partilha.

Sem comentários:

Enviar um comentário