2011-01-01

o primeiro post do ano: para quem cultiva um blogue camado "jardim de luz" e a quem mais interessar



Não é nada mau estar num sítio onde o primeiro passeio do ano é um festim para os sentidos. E, poder dizer que, o estar e o ser se comunicam em imagens e significados.
A luz e as sombras que a Natureza exibe, reflectem  a realidade que somos. Os caminhos alagados da mata lembram o desânimo e desalento que qualquer vida comporta, mas o raio de luz que incide nas folhas molhadas, recorda que nem sempre é noite.

A Natureza tem ritmos! E nós também temos. Pela vontade e razão podemos tentar romper os círculos de sombras e obscuridade que nos limitam e condicionam, mas chegaremos sempre à conclusão de que somos limitados e finitos. E que temos de aprender a conviver com a nostalgia de um "jardim de luz" algures.


(imagem - Garrulus Glandarius)

4 comentários:

  1. :)

    é preciso é ser atento aos fugazes arco-íris.

    Beijinho, bom ano!

    ResponderEliminar
  2. sim.

    e o teu jardím além de belo, transmite paz.

    beijinho MC

    ResponderEliminar
  3. não sei que te diga, Luís. :)

    Digo-te que, para mim, tem sido um bom lugar de encontro pessoal (e não só).

    E que é sempre uma grata surpresa ver os ecos que provoca.

    Continuemos...

    beijinho

    ResponderEliminar