2011-07-08

Paris, 8 de Julho de 1921


“Se eu fosse guiado só pela luz da razão, diria que o mundo vai rumo à catástrofe. Mas, na história da humanidade, existe o imprevisto, o facto inesperado que muda o curso das coisas. Eis porque, no fundo, sou optimista.”

Edgar Morin

2 comentários:

  1. é.

    apesar de não aprendermos, nem mesmo com as grandes tragédias, a natureza obriga-nos a mudar, quase sempre á força.

    beijinho Maria C.

    ResponderEliminar
  2. Caro Luís,

    não sei muito do Edgar Morin. Li algumas coisas dele que me interessaram bastante. E me surpreenderam até. Uma delas é que - apesar de uma imensidão de vida e de conhecimento nos separar - ambos valorizamos o auto-conhecimento como forma de nos centramos na vida e no momento que vivemos.

    É uma tendência natural vivermos na superficialidade, no imediato, no querermos parecer bem - aos nossos olhos e aos do outros - ignorando e fugindo da verdade. Por isso temos a "bela" comunicação social que temos...cada um terá de encontrar os meios para se situar. Creio que o teu comentário se centra mais no colectivo...e tens razão. Mas há o que cada um de nós é: na parte e no todo. Ser individual e parte integrante do social.

    Beijinho, Luís.

    Espero q tenhas tido um bom fim de semana...

    ResponderEliminar