2011-09-02

legado

Hoje presenteei-me com um livro da Hannah Arendt (A condição humana). Não sei o que  me vai ensinar sobre as criaturas que somos. Sei, sim, o que aprendi nestes últimos anos de convivência com a Maria da Conceição que enterrámos hoje. Aos noventa e dois anos vivia de forma autónoma e com um grande amor pela vida, expresso no cuidado da pequena horta e jardim.
Aprendi dela que o cuidado amoroso vale por si só, independentemente dos ecos que provoque.

Sem comentários:

Enviar um comentário