2011-09-26

O sofrimento que nos faz contar

O título do post é retirado de um poema do José Tolentino de Mendonça. Lembrei-me dele a propósito da minha presença (e não só) neste espaço de comunicação. Desde que iniciei o blogue  faço o seguinte jogo mental: "devo?" "não devo!" "devo" "devo" "não devo"...se no início ganhava muitas vezes o "devo", vai ganhando  cada vez mais espaço o contrário.
Interiormente nomeio algumas razões para que assim aconteça. Uma delas é que vou conhecendo melhor "o meio".

O Daniel Oliveira também reflecte mais ou menos sobre isto:

Resumindo: temos uma "ferramenta" de comunicação à nossa disposição. Convém conhecê-la e dominá-la para que não nos domine a nós.


2 comentários:

  1. Completamente de acordo, mas não é razão para desistires.
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. és uma das razões que me mantém por aqui.

    Beijos

    ResponderEliminar