2011-10-25

(não) é da natureza do mal. é da natureza humana

No mercado tunisino, numa arrecadação frigorífica onde ainda se vêem restos de galinhas, com um cheiro tão insuportável que os organizadores usam máscara sanitária, no chão deitaram Kadafi e o filho. Embrulhados em tapetes, o rosto desfigurado de Kadafi, presume-se que está tal como o entregaram depois da autópsia. Uns barbudos controlam as entradas, em pequenos grupos que se demoram pouco. O corpo do ditador é agora bem pouco. Um árabe comenta à saída:- Fizemo-lo um gigante e ele é afinal bem pequeno. Não se vêem mulheres. As mulheres fogem da violência, ou já foram afastadas da rua. Vigora agora a lei islâmica. Deve ser à luz da lei islâmica que o corpo de Kadaffi é assim e agora exibido. Os que o aclamaram têm agora de o ver morto, derrotado , sem poder, para acreditarem que devem nova obediência, às tribos vencedoras que os Cruzados ajudaram.

Luís Januário

Sem comentários:

Enviar um comentário