2011-12-02

O Retorno






Acabei de ler o romance da Dulce Maria Cardoso intitulado "O Retorno". Parece que muitos portugueses leram, ou pelo menos compraram, porque estive mais de duas semanas à espera que o meu exemplar me fosse enviado.

Para mim, a leitura de "O Retorno" teve o sabor de uma viagem ao tempo da adolescência relembrado pelos factos históricos que o livro relata: as imagens da televisão a mostrar as levas de retornados a chegar ao aeroporto, os contentores de que ouvíamos falar onde vinham os seus diversos pertences - os que os tinham e podiam trazer - uma colega ou outra que aparecia no espaço da escola e levava logo o rótulo de retornada.
Mas o que me agradou bastante no livro, foi a opção da autora  pôr como relator um adolescente do sexo masculino. No meu tempo de adolescente, raparigas e rapazes classificavam-se mutuamente - nós considerávamos limitados os elementos do sexo oposto - e assim ficávamos com a ideia de que sabíamos tudo uns dos outros.
No livro, a autora retrata o protagonista como um  adolescente que, a par dos diferentes elementos do seu crescimento - a pertença ao grupo,  a descoberta da sexualidade -, resolve a seu modo, a falta e saudade que sente do pai (fixa a ideia de que o pai morreu e não volta mais) e toma o propósito de assumir ele o papel de proteger a mãe doente e a irmã que até é mais velha.
Uma leitura que valeu muito a pena.

2 comentários:

  1. nunca li nada desta autora, fiquei curioso.

    ResponderEliminar
  2. Foi o primeiro que li. Vi referências dele em alguns blogs que costumo ler. Vale bem a leitura, sim.

    beijinho

    ResponderEliminar