2012-03-06

era isto que queria dizer-vos, hoje


É também convosco, neste espaço, que quero celebrar, hoje, a vida. Estes anos de partilhas que aqui têm acontecido, ajudaram-me a sentir e experimentar aquilo que é uma fórmula conhecida, mas nem por isso mais fácil de pôr em prática: "Quanto mais damos, mais somos". O "dar" no sentido de exposição íntima.

Não vou fazer género e dizer que não sei como cheguei aos cinquenta e três anos de vida. Que passaram rápido etc, etc...tenho bem presentes os eventos bons, os menos bons e os mesmo maus, que fazem a história da minha vida. Assim como mantenho memória de todas as vezes que me zanguei com ela. Como não sei o dia de amanhã, não prometo que não volte a acontecer. O tempo presente é de pacificação.

Convosco, meus queridos companheiros desta jornada, Gracias a la vida!

12 comentários:

  1. É bom podermos dizer "gracias a la vida" - mesmo se nem sempre foi fácil e alegre.

    Ultimamente tenho pensado muito no que me disse um amigo, num momento em que a sua vida era realmente difícil. Algo do género:
    "A minha vida não se encontra perto da luz ao fundo do túnel. É hoje, aqui e agora, que vivo. É esta a minha vida. Não quando as coisas melhorarem, mas hoje mesmo. Revelo-me e encontro-me no modo como decidir abraçar esta minha vida."
    A ideia de que o túnel também é a vida dá-me uma certa tranquilidade: escuso de perder energia a tentar negar a realidade concreta. O túnel também faz parte, não adianta temê-lo, ou tentar fugir-lhe.

    Desculpa, isto não é propriamente reflexão para um dia de aniversário. Tentando compor as coisas, deixo então um beijinho de parabéns. :-)

    ResponderEliminar
  2. Parabéns e que contes muitos!
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Não tens que pedir desculpa, Helena. Isto ainda continua a ser um espaço de partilha. Terá razão o teu amigo. Não vale a pena qualquer ansiedade pelo que não se tem. Se não olhamos com verdade para a nossa vida - nas suas luzes e sombras - acabamos por não viver, acho.
    Mas como ambas sabemos vida não se resume a umas tantas palavras...é o caminhar contínuo.

    Sobre o dia de hoje (já posso fazer o balanço) foi engraçado, nos seus imprevistos e trabalhos rotineiros... obrigada, pela companhia ao longo destes anos e pelo carinho. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Meu querido Lino. Os teus beijos sabem sempre muito bem. Obrigada pelo carinho que aqui deixas, dia após dia.

    ResponderEliminar
  5. gracias a la vida também para ti Maria C.

    gosto do teu jardim, por me transmitir, entre outras coisas, paz.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá Maria,
    Um imenso beijo!
    Muitos parabéns

    ResponderEliminar
  7. Luís,

    obrigada. O teu passar por aqui, é motivo de consolação para mim.

    Continua a desfrutar...do que por aqui vai germinando.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Obrigada, Manel

    Um beijo também para ti.

    ResponderEliminar
  9. Apenas com um bocadito de atraso: muitos parabéns, MC! Beijinho

    ResponderEliminar
  10. O seu carinho, António, vem sempre na hora certa.

    Obrigada. Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Entre outras 'coisas', partilhamos também o dia de aniversário!
    Gracias a la vida!

    ResponderEliminar
  12. Gostei de saber. E de o ver por aqui, Manuel.

    Gracias a la vida!

    ResponderEliminar