2012-04-19

uma no cravo...

Gostei de ler a recomendação os bispos portugueses (reunidos em assembleia em Fátima) para que, perante uma situação de abuso sexual de menores, se proceda à denúncia, também, às autoridades civis.

Já não vejo necessidade nenhuma nesta recomendação (aos membros do clero, suponho): “grande prudência” nas “expressões de afeto”.
Qualquer pessoa minimamente formada e informada, sabe distinguir uma manifestação de afecto de um gesto ou atitude de abuso de cariz sexual.

aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário