2012-05-05

onde guardar as palavras que sobram?



Preparação do solo

Comprei finalmente
a floreira, agora suspensa

no parapeito da cozinha.
Entre o armário e o balcão,
pode ser que sirva
ainda
de lugar a andorinhas e ervas aromáticas.
O vento há-de trazer-me
tudo isso e também
escapes e monóxido de carbono.

Esgotadas todas as emendas
e todos os outros males,
dediquei-me
com minúcia
e seriedade
(o possível)
a criar na terra as palavras
normais que me sobravam
no fundo dos bolsos.


Margarida Ferra in "Curso Intensivo de Jardinagem"

Sem comentários:

Enviar um comentário