2012-05-11

recuperar a alegria

Na diversidade de imagens que os homens utilizaram e utilizam para falar de Deus, não tem particular relevo a imagem de Deus que é amor. E, no entanto,  Deus-amor é uma manifestação bíblica. Recuperada e experimentada por tantos homens e mulheres que, ultrapassando a fragilidade da natureza humana, deixaram que a realidade mais profunda do ser humano se manifestasse: Amaram. Amam.
 

"Para que afinal floresça o mais que humano em nós", canta Caetano Veloso. Deixá-lo acontecer, é descobrir a fonte inesgotável da alegria.

2 comentários:

  1. mas não tem de ser Deus esse sentir...

    o melhor de cada um de nós (pelo menos para quem não tem um Deus...)

    beijinhos Maria C.

    ResponderEliminar
  2. :)

    Ontem, na feira do livro, saltou-me um livro para as mãos. ;)

    Transcreverei para aqui uns pedacitos. Se te interessarem, lê.

    Sobre quem tem quem, tenho as minhas dúvidas. Na minha história pessoal o Deus bíblico tem uma continuidade de relevo. E sinto-me interpelada por quem não é assim.

    Mas questiono: O que é que ressalta mais: Deus ou a distância a que o colocamos?

    Beijinhos, Luís.

    ResponderEliminar