2012-06-23

Rota - Preciso Me Encontrar

3 comentários:

  1. Oi Maria!

    Não sabendo onde postar (se lá atrás onde se tem um vídeo do Pe. Ricardo ou aqui optei por aqui mesmo , claro se permitir e for conveniente...

    Bem, são referências do tamanho da encrenca! Não quero me extender sou um leigo simples e ignorante que fica pasmo frente a tais acontecimentos e pregações etc... creio também que os simples textos citados falam por si( atenção: não o que eles pregam...)
    Os primeiros sãos dos FSSPX ou afins:
    1.http://www.deuslovult.org/2012/03/07/refutacao-de-carta-contra-o-pe-paulo-ricardo/
    2.http://beinbetter.wordpress.com/2012/03/06/perseguicao-ao-padre-paulo-ricardo/
    3.http://domvob.wordpress.com/2012/03/06/se-calarem-a-voz-dos-profetas-as-pedras-falarao/
    4.http://www.cefascast.org/2012/03/133f50-em-defesa-do-padre-paulo-ricardo.html

    - De um blog de um jornalista influente( não necessariamente bom) :

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/cristianismo-stalinista-do-mato-grosso-pede-a-cassacao-do-padre-paulo-ricardo-entendi-que-seu-pecado-e-ser-catolico-demais-cade-a-solidariedade-de-chalita/

    Eh encrenca de todo lado é só observar! Onde está a paz de Cristo?

    ResponderEliminar
  2. Oi!

    Começo pelo artigo. (Só li o artigo e espreitei o vídeo do link nº1).

    Do que conheço da "Veja", é notória a linha editorial de ataque ao PT e à agora Presidente Vilma. E o subscritor do artigo não perde oportunidade de ataque aos mesmos.

    Mas foi bom ele ter publicado a carta. Lendo a mesma fica-se com uma opinião completamente diferente do autor do artigo. Só vê ofensas ao Padre Ricardo, mas não se coibe de dizer que os signatários serão da "escatelogia da Libertação". Conhecendo o duplo significado de escatelogia...percebe-se bem onde ele quer chegar.

    E eu que não sabia que havia um padre Ricardo (descobri apenas por ter visto dois ou três vídeos - entre eles aquele que publiquei no blogue) fiquei agora a saber em quem o mesmo se inspira: num tal padre Stefano Gobbi, que tem espalhado o seu moralismo bafiento e ressentido aqui na Europa e também na América do Sul.

    Numa Igreja que cultivasse com maior ênfase o estudo bíblico e a história da Igreja, a participação nos sacramentos, com uma pastoral próxima e dialogante com as comunidades, padres como o Ricardo ou o S. Gobbi, pregariam sozinhos. Mas não é isso que acontece. A nós, cabe estar vigilantes aos recados que nos querem dar.

    Pois, onde está o humano está a encrenca. :) Mas também está a paz de Cristo. A paz esteja convosco! São palavras de Jesus, que continuam vivas hoje.

    ResponderEliminar