2013-01-31

logro



Sónia, tímida por natureza, já antes sabia que era mais fácil maltratá-la a ela do que qualquer outra pessoa, e qualquer um podia ofendê-la impunemente. Mas em todo o caso, até àquele momento, parecia-lhe que era possível fugir de algum modo à desgraça - com cautela, com submissão, com obediência a todos e qualquer um. A sua desilusão era demasiado pesada.



F. Dostoievski in "Crime e Castigo"
Relógio D'Água


1 comentário:

  1. isto devia ter ido para o "diário" mas ficou mesmo aqui. Ainda há gente que pensa que basta ser bom e tudo sorrirá em seu redor. E o inferno são sempre os outros...e Jesus Cristo virá no final dos tempos, apartar ovelhas imaculadas e cabras manhosas...tão doce que a vida é!

    ResponderEliminar