2013-04-18



Está tão próxima
a nascente
que os nossos lábios a perdem

Tão imediata é a luz
da sua água perene
que os nossos olhos se ofuscam

tão vazia e transparente
tão cúmplice do nosso espaço
que nela somos sem ver
que nela estamos sem estar





António Ramos Rosa
(in A Intacta Ferida)


Sem comentários:

Enviar um comentário