2013-06-03



Depois de ler isto, só me ocorre:"esse método estóico de bastar às nossas necessidades suprimindo os nossos desejos, equivale a cortarmos os pés para já não precisarmos de calçado"

2 comentários:


  1. A renuncia aos desejos é uma teoria filosofica em que se admite através dela o caminho para a felicidade. Segundo me consta através de alguns testemunhos de que não tenho confirmações para além deles, tivemos no passado um governante que não lhe repugnava tal filosofia.

    Claro que na procura da felicidade trata-se da realização de um projecto do princípio de prazer, obter prazer e evitar desprazer, alcançar um estado feliz.Mas ha quem diga que este programa não é realizavel pelas nossas limitações culturais, e psíquicas. A nossa vida em comunidade limita a realização dos nossos instintos e com isso a limitação dos nossos desejos, tudo isso se traduz em sofrimento ao homem, que só pode alcançar aquilo que a vida em comunidade permite, (numa escala de valores, eticos e morais).

    Depois ha quem defenda que a renuncia mesmo ao permitido nessa escala é um caminho para a felicidade. Aqui interrogo-me até que ponto esta renuncia não se reflecte numa incapacidade de obter e satisfazer esses mesmos desejos, desistindo deles á partida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. questões...haverá desejos que nos podem trazer momentos de infelicidade. o seu contrário também é verdade. mas o desejo, anelo, anseio atravessam toda a cultura bíblica...sem desejo é a estagnação e alienação.

      Eliminar