2013-08-25

porque hoje é domingo

 (25/8/2013)


Opus Dei

As borboletas não desistem,
inconscientes de seu nome impróprio.
As estações renovam-se sem erro
e teimas ainda em te certificares de que não é pecado dizeres:
Ó beleza, sois a minha alegria.
Abre-te, Jonathan é apenas um homem,
se lhe torceres o lábio zombateira,
a lança dele reflui.
Um insecto esgota a razão toda,
rói com a sabedoria as sumas,
uma gota de seiva mata um homem.
Portanto entrega-te,
ao que te faz tão bela quando ris.
A ópera não é bufa,
é só um não-saber rasgado de clarões.
Se Jonathan for Deus estarás certa
e se não for, também,
porque assim acreditas
e ninguém é condenado porque ama.


Adélia Prado in "A faca no peito"

Sem comentários:

Enviar um comentário