2013-11-11



AO JARDIM O MUNDO

Ao jardim o mundo outra vez ascendendo,
Poderosos companheiros, filhas, filhos, preludiando,
O amor, a vida dos seus corpos, significando e sendo,
Olhai a minha estranha ressurreição depois do sono,
Os ciclos que se revolvem na sua ampla trajectória acompanharam-me outra vez,
Afectuoso, maduro, tudo é belo para mim, tudo me assombra,
Os meus membros e o fogo que neles arde por alguma razão e me espanta,
Existindo, surjo e penetro,
Feliz pelo presente, feliz pelo passado,
A meu lado ou nas minhas costas Eva segue-me,
Ou vai à frente e eu sigo-a, tanto faz.




Walt Whitman in Folhas de Erva

tradução José Agostinho Baptista
Assírio & Alvim

Sem comentários:

Enviar um comentário