2014-07-12






louvado seja Deus que me deu imediatamente o meu lugar sem que eu tenha de ir procurá-lo. e não lhe peço outro.
eu sou Violaine, tenho dezoito anos, o meu pai chama-se Anne Vercors, a minha mãe chama-se Isabel. a minha irmã chama-se Mara, o meu noivo chama-se Tiago. Pronto, acabou-se, não há mais nada a saber.
tudo é perfeitamente claro, tudo está ordenado desde o princípio e estou muito contente. sou livre e não tenho de me afligir com nada, é o pobre homem, que me conduz e que sabe tudo o que é preciso fazer.



Paul Claudel in "a anunciação de Maria"
#imagem Masao Yamamoto

2 comentários:

  1. então "Deus" é o homem da Violaine e de tantas outras mulheres que andam por aí...

    abraço Maria

    ResponderEliminar
  2. Deus é uma boa desculpa...

    abraço Luís

    ResponderEliminar