2015-01-17


à evocação do Teu nome alastra o rasgão no meu peito



Sem comentários:

Enviar um comentário