2015-03-18



2ª FEIRA

Vinte e um. Segunda-Feira. É noite.
No escuro uns contornos de cidade.
Algum vagabundo escreveu
que na terra pode haver amor.


E por tédio ou preguiça,
todos acreditaram e assim vivem:
esperam encontros, temem adeus
e cantam canções de amor.


Mas a outros revela-se o enigma,
e o silêncio repousará sobre eles...
Descobri isto por acaso
e desde esse momento sinto-me mal.


  Anna Akhmátova


imagem - 
Alfred Stieglitz
Georgia O’Keeffe 

2 comentários:

  1. tanto simbolismo nestas palavras, até no título...

    talvez só os aldeões gostassem da segunda feira, por ser dia de virem ao mercado...

    abraço Maria

    ResponderEliminar