2015-06-10






Enquanto os outros peixes vivem tranquilamente debaixo de água, vivendo a vida que podem e sabem viver, o destino do peixe-voador está irremediavelmente preso às suas asas. Por isso o peixe-voador é o que menos vive. Vive na água mas com os olhos presos a uma superfície cheia de luz e de glória à qual jamais pode pertencer, refém e vítima do seu próprio desejo. Os peixes-voadores só podem ser mesmo anjos caídos, condenados, tal como Sísifo, Tântalo ou Prometeu, pela ira de Deus.

daqui







Sem comentários:

Enviar um comentário