2015-08-22

desde o fundo dos tempos: "que fizeste de teu irmão?"





5 comentários:

  1. Reuters / Saturday, August 15, 2015
    A Syrian refugee holds her child in her arms as she sits in the port of the Greek island of Kos waiting to be registered and move with her family to the "Eleftherios Venizelos" vessel August 15, 2015. REUTERS/Yannis Behrakis

    ResponderEliminar
  2. Deixamos-los morrer, ou seja, matamos-los

    ResponderEliminar
  3. começa-se pela despersonalização - para gerar afastamento - , e depois surge a apatia, a indiferença e aplaudem-se políticas repressoras e de exclusão.

    ResponderEliminar
  4. Li há dias num texto que a universalidade o iluminismo é um mito em que gostamos de acreditar. Foi e tem permanecido um movimento de intelectuais. Basta abrir um aparelho de tv, ler os jornais e demais meios de comunicação, para verificar quais são os "valores" que os movem.
    Não, a atenção ao outro tem outra profundidade, não nos entra pelos olhos dentro.

    ResponderEliminar