2018-03-04

nem tudo o que luz é ouro

Praticamos alguns gestos generosos porque queremos o bem daqueles a quem se destinam, ou para sermos admirados e aceites?

2 comentários:

  1. Pois não, Maria.

    Mas pode ser por ambas as coisas, e por uma delas...

    Há gestos expontâneos, sem qualquer calculismo.

    abraço

    ResponderEliminar
  2. pode, pois. isto era um lembrete pessoal. ;)

    Abraço Luis

    ResponderEliminar